Relatório indica necessidade de ampliar drenagem em áreas de alagamentos. PDF Imprimir E-mail
Notícias
16-Jul-2013
     O Centro Regional de Porto Velho entregou à Secretaria Municipal de Projetos Especiais (Sempre), na última quarta-feira (26), relatório indicando os pontos de estrangulamento da malha hídrica urbana na bacia do Igarapé Bate-Estacas, localizada nos bairros Cohab-Floresta, Castanheiras e Aeroclube. Dos 27 pontos identificados, os técnicos do Censipam indicaram a necessidade da prefeitura em ampliar a rede de drenagem de 16 pontos.


    Esse trabalho faz parte do Projeto Bacias Urbanas que o Censipam vem desenvolvendo em Porto Velho para amenizar os problemas das cheias e das inundações em quatro bacias urbanas (Bate-estacas, Igarapé Grande, Igarapé Penal e Igarapé Tancredo Neves). A intenção é montar um modelo digital do terreno onde estão essas bacias para planejar, a longo prazo, uma solução para o grave problema de inundações na cidade, utilizando os equipamentos existentes no Censipam, tais como o radar meteorológico.
    Segundo a coordenadora Operacional do Centro Regional de Porto Velho Ana Strava, os principais fatores que influenciam no risco de inundações e na degradação dos canais são a existência de residências próximas aos canais, a deposição de resíduos sólidos, o lançamento de esgotos, a erosão, o assoreamento dos leitos e as deficiências das obras de macrodrenagem. "Esses pontos, que foram mapeados no relatório, não suportam a intensidade de chuvas com recorrência anual", ressalta Ana. O trabalho realizado na bacia do Igarapé Grande foi realizado com recursos do CNPq/MCidades, que possibilitou a contratação de bolsistas para o trabalho de campo.
    Com o encerramento dessa etapa, a Prefeitura passa a contar com uma poderosa ferramenta de apoio à decisão para priorizar as obras estruturais no seu planejamento urbano, ressalta Strava. As obras de ampliação para alivio das populações em áreas de risco de inundações serão conjugadas com o esforço de asfaltamento dos bairros e tem grande potencial de modificar a qualidade de vida dos moradores da região.    
© 2017 Portal Sipam. Esta página foi visitada 10175386 vezes.
CENSIPAM - Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia
Telefone: (61) 3214-0200 / Fax: (61) 3214-0272
E-mail: contato@sipam.gov.br
Setor Policial Sul, Área 5, Quadra 3, Bloco K
CEP: 70610-200, Brasília, DF.
CNPJ: 07129796/0001-26

Estatísticas de acesso ao Portal - SIPAM